Conversa:Lingua portuguesa

Na Galipedia, a Wikipedia en galego.
Saltar ata a navegación Saltar á procura

Falar do Norte de Braga[editar a fonte]

Aquí dou un exemplo de pronuncia do norte de Portugal - excepto algún vocabulario característico do portugués, a pronuncia é idéntica á (boa) pronuncia galega! ouvir - se nón funcionar, cargar no botón de refrescar a páxina.

Língua Galego-Portuguesa[editar a fonte]

A língua a que este artigo se refere é nada mais nada menos que um único idioma: o galego-português. Esse idioma é conhecido internacionalmente como português mas todos sabem que é também falado pelos galegos da zonas rurais da Galiza. A modalidade que é imposta aos galegos de hoje é uma deturpação lingüística, um idioma híbrido de galego e castelhano, o que se chama popularmente de castrapo. Aqueles que defendem a volta do galego às suas raízes livres de castelhanismos são chamados preconceituosamente de lusistas. Ao passo que os que defendem a modalidade deturpada do idioma são chamados de isolacionistas, visto que não vêem como bons olhos uma aproximação do galego com seu "filho" o português. É imperioso ressaltar que os ditos lusistas ou reintegracionistas não querem a anexação da Galiza a Portugal e sim a revigoração e preservação do galego-português para que dentro de algumas décadas este não se venha a tornar unicamente mais uma variedade de castelhano. Salvar o idioma materno dos galegos não é somente uma questão lingüística mas também uma questão de preservação de toda uma cultura de muitos séculos.

Um único idioma.[editar a fonte]

Para aqueles que ainda teimam em pensar que galego e português são idiomas distintos queiram escutar esse senhor. Realmente todos os lusófonos estão convictos de que a língua gelago-portuguesa, ou seja, o idioma dos galegos, é sim a língua de toda lusofonia.

         É o que ten o imperialismo, xa nolo fixeron os casteláns antes de chegardes vós--Nachete93 10:51, 20 de outubro de 2010 (UTC)

Galegos na Wikipedia em português já![editar a fonte]

Eis o que escrevi na Wikipedia em português, sobre alguns usuários que defendem um afastamento entre o galego e o português:

'Realmente aqui lemos certos comentários absolutamente "tristes". Dizer que galego não é português é um absurdo científico! Evidentemente que não estamos falando do castrapo, ou seja, do galego da norma da RAG (Real Academia Galega). Para quem não sabe o que é castrapo passo a explicar. O castrapo é um portunhol, i.e., uma mistura de galego-português com castelhano, que foi adotado pela Real Academia Galega e que visa aproximar o galego-português do castelhano. Todos, que são instruídos, sabem que o idioma original da Galiza é praticamente o português nortenho, ou seja, o que é falado no norte de Portugal. Amigos brasileiros e portugueses, por favor, não tomem como norma esse tipo de galego castelhanizado para excluirem nossos irmãos da Galiza do Wikipedia lusófono, pois eles necessitam de nosso apoio. A Galiza fala o galego-português, o português galego, o galego, como queiram. Mas não existe castelhano na terra berço do nosso idioma, a Galiza. Para se ter uma idéia de como o galego original é mais próximo do português do que se pensa vale ouvir essa senhora. Abraços do Brasil.'

A área de discussão é para discussões (civilizadas, claro).[editar a fonte]

Caro amigo galego da RAG, o usuário que foi à página de discussão da Wikipédia Galega fui eu. Não entendo, sinceramente, a sua indignação por um lusófono participar de alguma discussão no Galipedia. Note-se que coloquei a minha opinião na área de discussão e não na página principal, pois sou uma pessoa de respeito. Bem, se há um local onde os utentes podem expor as opiniões, naturalmente faço isso, mesmo sendo no Galipedia. Ou será que lusófonos não são benvindos lá? Peço muitas desculpas se causei algum mal-estar mas não fiz nada de errado, visto que apenas participei da discussão e não quero impor opinião a ninguém, senão mostrar a minha e a de muitos reintegracionistas, aí está a democracia. O Franquismo já terminou, amigo galego, abaixo a repressão! Passe bem.

E Abraços do Brasil. Galiza Ceive!

Retirado de "http://pt.wikipedia.org/wiki/Discuss%C3%A3o:L%C3%ADngua_portuguesa"


Legitimidade[editar a fonte]

Não sou filólogo, muito menos galego. Mas acredito que o idioma falado em Galiza é resultado da evolução de seu povo, de seus costumes, de fatores exógenos e outros. O galego original provavelmente é fruto do amálgama do romanso ali falado com variantes germânicas após invasões visigóticas. Da mesma forma, hoje ele é fruto de um amálgama com o castelhano, formando toda uma história própria, que o fez se afastar -- natural ou artificialmente -- do português estremenho. Este, por sua vez, sofreu inicialmente influência árabe quase ausente no galego, e a partir dessa tantas outras.

Querer hoje romper toda essa linha evolutiva e pretender-se português é tão artificial quanto a influência castelhana. A maior parte dos galegos que conheço definem seu país por Galícia e sua fala, bem como sua escrita, possuem características próprias. Fui a pé a Santiago de Compostela, caminhei por paragens ermas entre Vigo e Caldas del Rey, e pude conversar com pessoas tanto urbanas quanto rurais, e sempre percebi as diferenças reais que hoje o idioma apresenta. Impor uma revolução ortográfica é medida ultranacionalista às avessas, ao meu ver.

Mesmo o português de meu país, o Brasil, já caminha em direção divergente ao português castiço, e sabe-se lá o resultado dessa tendência daqui a alguns séculos; já hoje é difícil para eu compreender certos dialetos dalgumas regiões brasileiras. O mesmo se aplica ao mirandês, variante nortenha de Portugal, ou ao leonês, ali do outro lado, pertinho de Castela. É óbvio que ainda hoje o galego mantém certas semelhanças ao português, mas não justifica considerá-los como uno.

Se o galego quer se consolidar como idioma autônomo, que o faça como tal, percebendo a sua realidade entre a maioria da população e propondo gradualmente mudanças pertinentes, fundando seu próprio paradigma. Quem garante que o galego evoluiria, sem interferência castelhana, para o que o português é atualmente? O galego é hoje único, um reflexo de seu povo, de sua história. Que se cristalize como tal. Como o português do Brasil, o mirandês, o asturiano, o leonês, o gaélico escocês e o gaélico irlandês, entre tantos. 201.6.119.5 16:09, 6 abril 2006 (UTC)


Ponderar antes de comentar...[editar a fonte]

É válida toda participação, porém, para se comentar e analisar é importante estudar o tema em questão para que outras pessoas, ao tomarem conhecimento do que está aqui escrito, não tenham uma idéia equivocada do que se passa com a Galiza e com a discriminação lingüística que lá existe. Toda pessoa, com um mínimo de instrução, sabe que o galego é a mãe da língua portuguesa e que está a sofrer uma invasão por parte de Castela. Isso irá, se nada for feito, aniquilar com a língua e cultura de um povo que fala o idioma que deu origem a toda a lusofofonia atual. Deixemos, os brasileiros, de opinar levianamente sobre uma questão tão séria e complexa. Se não é um lingüista então não opine. Se quer opinar, deixe claro que não tem idéia formada sobre o tema, porém, não seja taxativo com algo que desconhece.

Passar bem.

Seu próprio comentário mostra que você é uma dessas pessoas que comenta sem saber completamente o assunto. Se você lesse e refletisse sobre os comentários acima, não escreveria essas tonterias. -- 21:35, 18 xuño 2006 (UTC)

Minhas opiniões são fundamentadas em pesquisas bibliográficas, eletrônicas e em conversas com especialistas no assunto. Não cabe aqui enveredarmos por esse caminho da polêmica estéril. Abraço.

Mellorar o tópico...[editar a fonte]

Este tópico necessita ser mellorado já! Non está se dando o devido valor ao tema da língua portuguesa. Espero que melloren e explorem o tema.

Saudos

Museu da Língua Portuguesa[editar a fonte]

Queria saber por que non facen un artigo com o asunto "Museu da Língua Portuguesa". É muito importante esse artigo pois também tem que ver com nosa língua.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Museu_da_L%C3%ADngua_portuguesa

Absurdo[editar a fonte]

Por que non melloran esse artigo sobre a Língua Portuguesa? Por que ese desprezo com a Língua de Rosalía de Castro?

Em Andorra sim e na Galiza não?[editar a fonte]

Parece incrível que na lista de países onde se fala português apareçam Luxemburgo ou Andorra, mas não a Galiza. Ainda, deveria-se acrescentar a Espanha, já que o português se fala em Olivença.--Gerardinho2000 10:21, 31 outubro 2006 (UTC)

 En Olivenza vai xa ben anos que non se fala portugués.

Tópico sobre CPLP[editar a fonte]

Por que non há un tópico sobre a comunidade dos países de lingua portuguesa? Ata a wikipedia en espanhol já colocou.

http://es.wikipedia.org/wiki/Comunidad_de_Pa%C3%ADses_de_Lengua_Portuguesa

Artigo ridículo de tan incompleto![editar a fonte]

Este artigo está absurdamente incompleto e necessita ser mellor traballado!!! Vejam as versões em portugués e em inglês!

Tabela de pronuncias[editar a fonte]

Non ten moito sentido esta tabela aqui, comparando a norma padrón portuguesa con catro falas brasileiras, o seu sitio seria nun artigo sobre o portugués de Brasil, aqui seria mais normal a exposición dos subsistemas xerais (tónico, átono e final como en calquer gramática, mesmo copiando o de Lindley Cintra e Celso Cunha) e non unha correspondéncia entre escrita e fala (que ademais ten moitos erros e inexactitudes), e de facela, só referida ás pronuncias padrón, o resto teria o seu lugar nun artigo sobre dialectoloxia. [[User:Emilio juanatey|Emili-- Lmbuga / Conversa comigo  23:33, 12 setembro 2009 (UTC)o juanatey]] 20:26, 19 marzo 2007 (UTC)

Reforma[editar a fonte]

Como o artigo era moi grande e a parte de fonética non tiña xeito, modifiquei a sección e comecei o artigo Dialectos do portugués, ainda resta moito por facer, a parte dos sistemas vocálicos e moi complexa e non está ben en nengunha wikipedia, ademais hai que estruturar a primeira parte e dar-lle unha mellor redacción. Emilio juanatey 00:15, 7 xuño 2007 (UTC)

Convido lusófonos a participar na Galipedia[editar a fonte]

Moitas queixas hai por aquí. Moita queixa, moita queixa e pouco traballo... Parécevos que o artigo está incompleto? Pois nada, aprendede un pouquiño sobre as normas ortográficas e morfolóxicas do idioma galego, consultade o VOLGA para as dúbidas e facédevos cun tradutor de galego que vos axude un pouco a construír a sintaxe e a traballar! Hahaha. Tédelo todo en:

  • Real Academia Galega [1]
  • Corrector ortográfico [2]
  • Apertium [3]

Tódolos lusófonos están felizmente convidados a aprender galego e a participar na Galipedia :) --Cabaleiro de Espadas 19:14, 8 novembro 2007 (UTC)

Boas eu sou lusófono e tamén teño un coñecemente bo da variante galego, entón quero axudar para facer un artigo mellor e explorar os espazos que non están ben. Moito obrigado, --Gato Preto (conversa) 20 de setembro de 2015 ás 09:20 (UTC)

Como que en Luxemburgo?[editar a fonte]

¿De que especial xeito se fala a lingua portuguesa en Luxemburgo para que, sen ser lingua oficial, sexa relacionada neste artigo e non no de Luxemburgo? ¿Que ten de especial o portugués en Luxemburgo?-- Lmbuga / Conversa comigo  23:31, 12 setembro 2009 (UTC)

Digo o mesmo para Suíza. Que haxa 200.000 portugueses en Suíza non permite indicar que Suíza é un país de fala portuguesa nin por asomo (proporcionalmente á poboación do país estpu seguro de que hai máis portugueses en Andorra ou, quizais, en España) -- Lmbuga / Conversa comigo  23:33, 12 setembro 2009 (UTC)
Procedo a retirar eses datos mentres non sean referenciados de xeito que teñan cabida nesta páxina-- Lmbuga / Conversa comigo  23:55, 12 setembro 2009 (UTC)
Non retirei nada porque non entendo o criterio. Semella que hai que nomear países alá onde haxa portugueses. Como se faga o mesmo co galego levámola clara, non sería de estrañar que tiveramos que nomear o galego en países recónditos-- Lmbuga / Conversa comigo  00:00, 13 setembro 2009 (UTC)

Sexa como sexa é simpático que este artigo indique que en Luxemburgo, Andorra ou Suíza, se fala portugués e que ese dato apareza no modelo do artigo sen aclaración ningunha-- Lmbuga / Conversa comigo  00:05, 13 setembro 2009 (UTC)

  • Opino que Andorra e Luxemburgo deben de explicarse doutra maneira, algo así como importante presenza de emigrantes portugueses en Andorra e Luxemburgo. Tal e como está, parece que neses lugares se fala portugués desde hai séculos, o que non é certo. Penso que se debe arranxar iso. --Xoán Carlos Fraga 19:00, 19 de xuño de 2010 (UTC)

Ligazóns externas modificadas (agosto 2018)[editar a fonte]

Ola compañeiros editores,

Acabo de modificar 12 ligazóns externas en Lingua portuguesa. Por favor tomádevos un momento para revisar a miña edición. Se tedes calquera pregunta, ou precisades que o bot ignore ben estas ligazóns ou ben a páxina por completo, por favor visitade este FAQ para máis información. Fixen os seguintes cambios:

Por favor revisade o FAQ para máis información sobre cómo correxir erros do bot.

Saúdos.—InternetArchiveBot (Informar de erros) 26 de agosto de 2018 ás 02:14 (UTC)

Ligazóns externas modificadas (abril 2019)[editar a fonte]

Ola compañeiros editores,

Acabo de modificar 1 ligazóns externas en Lingua portuguesa. Por favor tomádevos un momento para revisar a miña edición. Se tedes calquera pregunta, ou precisades que o bot ignore ben estas ligazóns ou ben a páxina por completo, por favor visitade este FAQ para máis información. Fixen os seguintes cambios:

Por favor revisade o FAQ para máis información sobre como corrixir erros do bot.

Saúdos.—InternetArchiveBot (Informar de erros) 7 de abril de 2019 ás 18:12 (UTC)